FISIOTERAPIA Deborah Dotto | Noticias
Fisioterapia Deborah Dotto - Logo

O seu bem estar é a nossa prioridade.



Síndrome do Desfiladeiro Torácico


23/08/2011

A Síndrome do Desfiladeiro Torácico é a compressão do plexo braquial (nervos do braço) e da artéria subclávia, na altura do pescoço ou do ombro, e é muito mais comum do que podemos imaginar.

Um dos sintomas é a dormência (formigamento) nas mãos e braços, mas também o paciente pode apresentar perda de força no braço ou na mão, atrofia muscular e cianose (pele azulada) o que caracteriza a alteração circulatória.

Por diversas vezes é mal diagnosticada sendo quase sempre confundida com a síndrome do túnel do carpo, que pode apresentar sintomas semelhantes, tal fato se deve do não conhecimento da patologia por muitos profissionais, e que por essa razão muitas vezes são realizadas cirurgias desnecessárias.
Embora seja mais comum em mulheres jovens pode acometer todos os sexos e faixas etárias.

São ao todo 3 pontos que podem apresentar compressão: entre os músculos escalenos, entre a clavícula e a primeira costela e no tendão do músculo peitoral menor, assim chamados de:

1º Desfiladeiro: Músculos Escalenos

2º Desfiladeiro: Clavícula e Primeira Costela
3º Desfiladeiro: Tendão do Músculo Peitoral Menor

Alguns pacientes apresentam dores semelhantes a angina e embolia no membro superior acometido.

O diagnóstico é essencialmente clinico, ou seja, através de diversos testes pode se detectar se existe compressão e qual o nível desta. Exames complementares como Raios-X, eletroneuromiografias, e ressonâncias magnéticas podem contribuir para o diagnóstico, mas não são mais importantes que a avaliação física.

O tratamento fisioterapeutico é essencialmente manual, não sendo necessário utilização de aparelhos e costuma apresentar resultados positivos rapidamente, raramente são necessárias cirurgias, porem, quanto antes for detectado mais rápido o paciente retorna a suas atividades normais.



Fonte: http://marcelomassahud.blogspot.com

Voltar