FISIOTERAPIA Deborah Dotto | Noticias
Fisioterapia Deborah Dotto - Logo

O seu bem estar é a nossa prioridade.



Bandagens Funcionais no Tênis


05/04/2013

Ultimamente temos visto, em diversos torneios esportivos, atletas de alto desempenho utilizando bandagens elásticas em vários segmentos do corpo: joelhos, ombros, coxa, cotovelo, entre outros.



Muitos perguntam: para que servem?

São bandagens funcionais (ou taping) muito utilizadas e estudadas no esporte há mais de 30 anos, fabricadas por diversas empresas no exterior.

Em sua grande maioria são bandagens funcionais articulares, ou seja, têm como função gerar estabilidade em algumas articulações sem impedir totalmente a sua mobilidade. A mais difundida é a bandagem de tornozelo, muito eficaz após entorses. Não é muito visualizada nos torneios por ficar escondida pelas meias e calçados dos tenistas. Outra muito utilizada é a bandagem para a tendinopatia patelar, que tem sido vista nos joelhos de Rafael Nadal desde o US Open Series de 2007.

Contudo, nos últimos Jogos Olímpicos e no US Open, pudemos observar algumas bandagens coloridas em coxas, panturrilhas, ombros, cotovelos e antebraços de diversos atletas. Este novo tipo de bandagem é chamada Kinesio Taping (Kinesio – Movimento / Taping – Adesivo, Bandagem) e, apesar de ter ficado popular nos últimos cinco anos, foi desenvolvida há 25 anos pelo Dr. Kenzo Kase. A aplicação deste novo material, diferentemente das bandagens funcionais articulares, é realizada sobre regiões musculares.

Quando um músculo é submetido a contrações vigorosas durante um longo período de tempo, sem repouso adequado, ele não se recupera e acaba inflamando. Esta inflamação leva à formação de edema (inchaço) e o músculo fica muito suscetível à fadiga. Esse edema promove uma redução do espaço entre a pele e o músculo, gerando compressão dos vasos linfáticos, dificultando a redução do inchaço. Além disso, comprime os receptores nervosos de dor localizados logo abaixo da pele, fazendo com que enviem informações de desconforto para o cérebro, o qual reconhece estes sinais como dor. Este quadro faz com que o músculo envolvido seja menos ativado para que a dor não aumente. A isto damos o nome de Mialgia ou inflamação muscular.

A proposta do fabricante é de que o Kinesio Taping exerceria uma tração sobre a pele melhorando a microcirculação local e a função de drenagem exercida pelo sistema linfático. Isto auxiliaria no controle e na redução do edema após uma inflamação e conseqüentemente, reduziria o quadro doloroso.

Além desta tração, o Taping teria um efeito de ativação do sistema nervoso através do estímulo de receptores encontrados na pele, promovendo um aumento na ativação elétrica dos músculos que se encontram na região da aplicação.

O Kinesio Taping está sendo muito utilizado no tênis e em outros esportes, mas do ponto de vista científico, ainda há muito para ser estudado. Dos efeitos propostos pelo fabricante apenas o de ativação elétrica dos músculos que estão na região de aplicação da bandagem foi demonstrado em uma publicação científica. A realização de mais estudos para pesquisar a real validade dos efeitos propostos se faz necessária para que a comunidade científica encare esta proposta de tratamento de forma mais séria. Além disso, vale lembrar que o uso recorrente de qualquer tipo de bandagem pode levar ao desenvolvimento de dermatite sobre a região da aplicação.

As Bandagens não são indicadas para todo tipo de lesão muscular, tendínea ou articular.

Então Tenistas, antes de saírem fazendo bandagens para qualquer dor é importante procurar um médico para verificar a gravidade do problema e um fisioterapeuta experiente que saiba realizar uma bandagem adequada para o seu problema.
 



Fonte: Marcelo Bannwart Santos - Fisioterapeuta

Voltar